Mie Goreng (Noodles Frito)

dezembro de 2017

por gerente

Por Dário Costa, direto da Indonésia

Coluna Larica

A coluna desta edição é especial, pois está sendo escrita direto da Indonésia. Nossa receita é um clássico daqui do Sudeste Asiático. Ir ao supermercado nessa parte do mundo tem muitas diferenças, além de produtos de origem desconhecida e algumas vezes bizarra, um dos fatores que mais intriga o turista ocidental é a seção de massas. Nós, ocidentais, estamos acostumados a chegar à seção de massas e encontrar uma diversidade enorme de macarrões de origem italiana. Devido a nossa colonização europeia, fomos culturalmente educados a comer massa italiana em nossa educação alimentar. A seção de macarrões italianos na Ásia se encontra apenas em mercados com ar de empório e mesmo assim ficam em seções minúsculas (assim como a seção de orientais no Brasil). Porém na seção de massas na Ásia, encontramos uma diversidade enorme de noodles, conhecido popularmente como miojo. Os noodles foram introduzidos definitivamente no Brasil no começo dos anos 90 e por seu baixo preço, foram muito popularizados e vinculados a algo “pobre”, quando na Ásia é a base da alimentação, assim como o espaguete tem seu valor para nós. Nossa receita dessa edição se chama Mie Goreng, um clássico indonésio que tem como estrela principal o “pobre” macarrãozinho asiático.

Ingredientes: (Receita para 2 pessoas)

. 2 pacotinhos de noodles cozidos por 2 minutos em água fervente

. 200 gr de coxa e sobrecoxa grelhada e desfiada

. 15 gr de açafrão da terra ralado (cúrcuma)

. 15 gr de gengibre ralado

. 30 gr de cebola em fatias

. 20 gr de alho picado

. 60 gr de espinafre escaldado

. 20 gr de cebolinha picada

. 10 gr de capim santo

. 80 ml de molho Shoyo

. 30 ml de molho de ostra

. 10 ml de óleo de gergelim

. 10 gr de pimenta dedo de moça picada

. 30 ml de óleo de girassol

Modo de preparo:

. Comece fritando a cebola e o alho no óleo de girassol em uma wok. Quando começar a dourar, adicione o frango

. Adicione o macarrão e continue a saltear

. Nesse ponto adicione o espinafre, pimenta, gengibre, açafrão da terra e a cebolinha picada (não pare de saltear)

. Para finalizar adicione o Shoyo, molho de ostra e o óleo de gergelim e tudo isso em fogo bem alto, sempre salteando para aquela “sujeirinha” que fica no fundo da panela soltar todo o sabor na massa

. Dica: se quiser adicionar alguns vegetais fica ótimo também!

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo