Layla Salim

outubro de 2017

por gerente

Fotos: Tom Leal Produção: Be Amarante Cabelo e Maquiagem: Patricia Ravelli Layla veste: Lucia Caliman, Zali e acervo próprio
Matéria referente a Março - Abril - Maio 2017

Idade: 22 anos

Signo: Sagitário

Profissão: Atleta e Professora de Ed. Física

Sonho: Ser sempre uma boa pessoa para criar um mundo melhor

Lifestyle: Paz e amor

Hobby: Treinar

Personalidade: Positiva Música: Rock and Roll e Blues

 Homem pra mim tem que ser: Verdadeiro

 

A mais nova Zerotreze Girl, Layla Salim, é sinônimo de foco e determinação. Pratica esporte desde os sete anos de idade, é atleta profissional há onze e se diz louca e apaixonada por ele. Passou a maior parte da adolescência no ginásio, aprendendo a se relacionar em grupo e construindo sua vida na ginástica rítmica.

Não existe meio termo para ela. Gosta de ser intensa, se entregar de corpo e alma e admite não ser incentivada. Se faz algo, é porque realmente quer fazer, por saber exatamente o que procura e o que sente. Dona de uma personalidade forte e única, a ginasta não acredita em certo e errado, acha que cada pessoa possui suas verdades e também desacredita em rótulos. Não existe meio termo para ela. Gosta de ser intensa, se entregar de corpo e alma e admite não ser incentivada. Se faz algo, é porque realmente quer fazer, por saber exatamente o que procura e o que sente. Dona de uma personalidade forte e única, a ginasta não acredita em certo e errado, acha que cada pessoa possui suas verdades e também desacredita em rótulos. Um de seus maiores desejos é ser inspiração para os outros. Motivo pelo qual ela cursa Educação Física e se forma ainda esse ano.

"Quero ser aquela pessoa que prolonga a vida de outras pessoas no esporte. Ser um exemplo."

Layla é vegana e gosta de tudo que é natureba. Ama os animais e adora ir a praia, onde busca refúgio e se sente em paz. Está com uma pessoa muito especial e garante estar muito feliz. É sempre muito positiva, focada e determinada, mas, de acordo com ela, por levar as coisas a sério, alguns acham que ela é brava, sendo que na verdade, é muito brincalhona e extrovertida.

"Adorei fotografar para a Revista Zerotreze. Achei que acabou mudando o conceito para algo mais cultural. Pois o que eu faço é a minha arte e eu quero ser reconhecida por isso, pelo que eu realmente faço e não pela minha aparência. E o que eu sou hoje em dia, eu lutei muito para ser. Corri atrás e vou continuar correndo. Meu sobrenome é luta" finaliza.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo