Felipe Moledas

setembro de 2017

por gerente

Por Thays Correa Fotos: Tom Leal
Matéria referente a Março - Abril - Maio - 2017

O colecionador de títulos

Ele coleciona títulos e histórias. Deu um nocaute no preconceito, e hoje se consolidou no país sendo um excelente boxeador representante da Baixada Santista. Conheça Felipe Moledas, um atleta de peso! Moledas começou cedo. Aos 19 anos assistia lutas pela televisão com seu pai e era fissurado no personagem Rocky Balboa, o boxeador estrelado por Silvester Stallone nos cinemas da década de 80. Foi aí que decidiu começar a treinar a modalidade aos 20 anos. Em 2001 iniciou sua carreira de atleta competidor na Forja dos Campeões, o campeonato mais tradicional de boxe no Brasil. Neste evento, Moledas enfrentou sua primeira dificuldade. Apesar de ter ido muito bem e ter ganho as três primeiras lutas por nocaute, acabou perdendo na semi-final. Esse era apenas o início de um lutador cheio de garra e competitividade começar a disputar títulos mais importantes e trilhar sua carreira no boxe amador. Moledas foi Tri Campeão Paulista, Bi Campeão dos Jogos Abertos do Interior e vencedor dos campeonatos: Luvas de Ouro, Torneio dos Campeões e Campeonato Metropolitano. Mas Moledas considera seus títulos mais marcantes, os títulos profissionais: Campeão Brasileiro na categoria Peso Super Pena e Peso Leve. Entre tantas competições importantes, Moledas tem carinho especial pelos Jogos Abertos que participou em 2005. “Neste campeonato eu lutei na final com o boxeador da seleção brasileira, Everton Lopes. Ele era a maior promessa do boxe na época, mas ganhei a primeira medalha de ouro da historia de Praia Grande”, disse o boxeador. E foi através do esporte que Moledas já viajou para vários estados no Brasil e também já conheceu países como Cuba e Argentina. Moledas conta para a Zerotreze que sempre teve o apoio da família, mas no início sua mãe era contra a prática de Boxe. “Minha mãe não gostava, mas isso é coisa de mãe preocupada mesmo. Ela passou a me acompanhar depois que me tornei profissional”. A rotina de treinos de Felipe é peso pesado. Quando está em fase de preparação para alguma luta ele chega a treinar até quatro horas por dia que são divididos em dois períodos: A parte técnica e a parte física. Quando essa rotina passa a ser mais intensa, Felipe conta que se priva de muitas coisas, como sair com os amigos ou com a esposa, pois não pode perder horas de sono á toa, além de ter que manter a dieta super balanceada para controlar o peso. “Isso tudo interfere na vida pessoal, mas sempre vale a pena, principalmente se o resultado é alcançado”. Além de atleta, Felipe é um dos principais nomes da cidade que faz eventos de Boxe. Hoje ele é organizador da parte do Boxe do Grupo Memorial. Ele realiza vários eventos como Luvas de Ouro e noitadas de Boxe para incentivar jovens da região, pois Santos é considerada atualmente o centro nacional do Boxe. Em 2017 os planos para Felipe são o de incentivar e converter jovens carentes e encontrar novos talentos. É um novo projeto e Felipe demonstra bastante empolgação ao falar dele. “No mundo todo o Boxe é considerado um esporte de periferia o que causa um pouco de preconceito nas pessoas, e até nos próprios atletas, mas aos poucos estamos mudando este cenário”. Então pergunto a Moledas como está o cenário atual do Boxe no Brasil e ele responde: “O Boxe no Brasil está crescendo, lógico que bem devagar, mas tivemos grandes resultados nos últimos anos com medalhas de prata e bronze na Inglaterra e tivemos medalha de ouro em competições nacionais. O Boxe profissional também está crescendo e acredito que em mais ou menos três anos teremos um novo campeão mundial”. Os próximos campeonatos que Felipe Moledas vai disputar tem sido o foco diário do atleta. No final do mês de março, Moledas tentará o título internacional da Fedebol WBA e os treinos continuam a todo vapor. Felipe passou um tempo na Argentina para aprimorar suas técnicas e se diz confiante e bem preparado para a próxima luta. Felipe demonstra uma grande paixão pelo Boxe e considera que sua saúde física e mental estão em total harmonia por conta do esporte. “O Boxe também me deu oportunidade de fazer faculdade, pós-graduação e também abri a minha academia, Evolution, onde dou aulas. Além de boxeador profissional, sou professor e treinador. O Boxe me deu uma carreira profissional. Até minha esposa eu conheci através do esporte (risos). Devo tudo que tenho ao Boxe”, conta o atleta. Moledas, como a maioria dos atletas no Brasil não tem apoio do governo para participar de competições, as iniciativas são sempre privadas e benvindas, a Zerotreze não poderia deixar dar espaço para quem apoia o esporte: “O Grupo Memorial é meu principal patrocinador e administra minha carreira. O Sr. Pepe (proprietário do Grupo Memorial e boxeador) é um apaixonado pelo Boxe e me deu muitas oportunidades no esporte. Tenho também o apoio da JR Odontologia Esportiva, Oca Restaurante, Nutricionista Natalia Fonseca e Academia Time4Fit Concluo a entrevista perguntando qual é o sonho de Moledas e qual recado ele gostaria de passar para as pessoas. “Meu sonho é me tornar um campeão olímpico e mundial e agradeço a oportunidade de poder contar um pouco da minha história. Espero ser inspirador para os jovens, que assim como eu, que saí de um bairro periférico, eles também podem se beneficiar com o esporte. Poder incentivar esses jovens e mostra-los que isso pode mudar a vida deles como mudou a minha é um privilégio”, finaliza Felipe Moledas. Twitter: @boxeevolution Facebook: Felipe Moledas Instagram: @felipemoledas

 

Versão Impressa

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo